quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

No Rio de Janeiro, alunos trocam escola particular pela rede pública.

24 dez 2016 10h26

O aperto no orçamento levou mais famílias a trocarem os filhos de escolas particulares para a rede pública estadual do Rio de Janeiro. A primeira fase de novas matrículas terminou na quinta-feira (22), às 23h59 e, segundo a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), para o ano letivo de 2016 houve 27.357 inscrições de alunos que estudavam na rede privada, enquanto para 2017, o número atingiu 32.350.
O aperto no orçamento levou mais famílias a trocarem os filhos de escolas particulares para a rede pública estadual do Rio de Janeiro.
O aperto no orçamento levou mais famílias a trocarem os filhos de escolas particulares para a rede pública estadual do Rio de Janeiro.
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
O secretário de Estado de Educação, Wagner Victer, destacou que este é um movimento que vem ocorrendo desde 2014 e, por isso, a Seeduc se preparou para receber os novos alunos, que este ano representaram uma demanda maior. Victer revelou que, dentro do planejamento para 2017, que durou quase seis meses, já havia a expectativa de crescimento na ordem de 15%.
"Estamos aptos a atender, em função até da otimização que a gente faz de turmas e de escolas. Tínhamos algumas escolas com salas ociosas, além da aplicação dos nossos recursos humanos. Vamos atender tranquilamente este crescimento que é um crescimento significativo", disse à Agência Brasil.
Victer afirmou que a rede pública também tem se esforçado para melhorar o conteúdo e as condições de ensino para diminuir a diferença com a rede privada.
De acordo com o secretário, nos últimos anos os dados têm mostrado que a distância tem se reduzido. "Há problemas também na rede privada e temos que trabalhar para, permanentemente, melhorar a rede pública. Mas temos também centros de excelência na rede pública. Na semana que vem vamos abrir vagas para 30 novas escolas em municípios muito pobres com ensino integral e voltadas para o empreendedorismo. Na maioria desses municípios sequer existe ensino privado em ensino integral", afirmou.
Aperto econômico
O economista da Fundação Getulio Vargas, André Braz, disse que a fuga das famílias da rede privada é decorrente do aperto econômico, agravado pela recessão, que vem se formando desde 2014 e que se manifesta no aumento da taxa de desemprego. "Como o desemprego agora está no auge e há previsão de que possa avançar um pouco ainda nos próximos meses isso também diminui a capacidade de pagamento das famílias e, então, tem muita migração do privado para o público e essa migração é real, porque se perde o emprego não tem condição de manter uma mensalidade escolar. Isso é bem característico de momento de recessão", disse.
Impacto da educação no orçamento
André Braz afirmou, ainda, que a educação compromete cerca de 5% do orçamento familiar, desde a creche ao nível superior, na média para famílias de 1 a 33 salários mínimos mensais. Logo no início do ano, em janeiro, as famílias sofrem, o impacto do reajuste das mensalidades de 2017. "O reajuste previsto para o ano que vem está na faixa de 10% a 12%, então, levando esse reajuste médio em consideração e pesando quase 5% dá para a gente ter um impacto da inflação de janeiro de aproximadamente meio ponto percentual, só por conta do reajuste das mensalidades escolares", afirmou.
O economista destacou ainda que, além do comprometimento do orçamento com as mensalidades, há uma série de gastos indiretos com material e transporte escolar e uniforme. "Todo o orçamento destinado à educação supera os 5%, que são apenas os gastos com material escolar", completou.
Volta à escola
A procura por novas inscrições na rede pública do estado do Rio de Janeiro refletiu também a dificuldade em conseguir emprego no estado. Houve aumento relevante no número de pessoas que estavam afastadas dos estudos. Enquanto em 2016, foram 3.852 inscrições, para 2017, aumentou para 13.524 o total de candidatos, que fizeram cadastro pela internet em busca de uma vaga nas salas de aula. "Acho que é uma perspectiva de que hoje é necessário voltar a se qualificar para ingressar no mercado de trabalho. O mercado estava muito ofertante em demanda e hoje reduziu a demanda e as pessoas têm que se qualificar. Isso se dá em todas as séries, mas está mais focado no ensino médio. É um detalhe muito importante", ressaltou.
Total de inscrições
O total de novos pedidos de ingresso nas escolas de rede pública estadual do Rio, para o próximo ano letivo, registrou um recorde de inscrições. Foram 240.792, número superior ao registrado nas inscrições para o ano de 2016, quando ficaram em 220.498 candidatos escolheram as escolas públicas do estado. O secretário lembrou que, além das novas inscrições, a rede pública liberou cerca de 537 mil vagas para a renovação de matrículas dos alunos. Victer garantiu que a secretaria vai atender a toda esta demanda.
"Não só temos condição como vamos atender. Na realidade, nós fizemos um planejamento. Muitos ajustes foram feitos para atender esta demanda. Vamos atender e não vai ter nenhum aluno que ficará sem vaga na rede pública. Vamos atender, mesmo porque, na educação, apesar da crise o governo tem dado uma atenção importante", concluiu.
Os municípios do Rio de Janeiro, de Nova Iguaçu, de Duque de Caxias, de São Gonçalo, de Belford Roxo, de São João de Meriti, de Campos dos Goytacazes, de Niterói, de Magé e de Angra dos Reis foram os dez que mais receberam inscrições, realizadas por meio da página da Seeduc no Facebook (www.facebook.com/SeeducRJ) e pelo site Matrícula Fácil (www.matriculafacil.rj.gov.br).
Confirmação da matrícula
A Seeduc antecipou o dia em que os alunos já poderão saber as escolas em que foram alocados. As informações estarão disponíveis no site Matrícula Fácil a partir do dia 30 deste mês. Depois da divulgação da lista, os interessados terão de 4 a 10 de janeiro de 2017 para confirmar a matrícula na unidade em que foram selecionados. 

SEEDUC RJ divulga novo cronograma de matrícula 2017. Fiquem atentos. Confirmação de vagas agora será de 04 Jan a 10 Jan 2017.


Confira o calendário completo aqui

Ingressar na rede estadual de ensino é simples e rápido. A matrícula informatizada é a maneira mais democrática e prática para que alunos de outras redes, da própria rede estadual que desejam mudar de escola ou mesmo aqueles que pararam de estudar tenham uma oportunidade nas escolas estaduais.

CRONOGRAMA DA MATRÍCULA 2017

Renovação de Matrículas 2017

17/11/2016 a 09/12/2016
Inscrição 1ª Fase Matrícula Fácil

24/11/2016 a 22/12/2016
Relação nominal de todos os alunos alocados, disponibilizada na INTERNET – www.matriculafacil.rj.gov.br

30/12/2016
Confirmação da reserva de vagas para o Ensino Fundamental e Ensino Médio

04/01/2017 a 10/01/2017
Pré-matrícula – 2ª fase – INTERNET – www.matriculafacil.rj.gov.br, aos alunos não alocados, os que não confirmaram matrícula e os novos do Ensino Fundamental e Ensino médio, sendo 24 e 25/01/2017 exclusivos para alunos não alocados na 1ª fase

24/01/2017 a 27/01/2017
Confirmação da 2ª fase da matrícula nas escolas aos alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio

01/02/2017 a 03/02/2017
Matrícula direto na escola com as vagas remanescentes da Matrícula informatizada

A partir de 07/02/2017

DIVULGAÇÃO DA LISTAGEM DE ALOCADOS:

No dia 30 de dezembro, o resultado da inscrição será divulgado no site www.matriculafacil.rj.gov.br. É importante que você confirme sua pré-matrícula na escola em que foi selecionado no período de 04 a 10 de janeiro de 2017, portando a seguinte documentação:

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CONFIRMAÇÃO NA ESCOLA:

I - Carteira de Identidade ou documento que a substitua (Certidão de Nascimento ou Casamento) - Original (será devolvida no ato) e CPF, se possuir;
II - Histórico Escolar ou Declaração da última Unidade Escolar em que estudou, constando a série para a qual o aluno está habilitado, ficando o original na escola;
III - Carteira de Identidade e CPF do responsável legal, no caso de menor de 18 anos, original e cópia;
IV - Laudo comprobatório de deficiências declaradas (se for o caso);
V - Comprovante de residência.
VI – Comprovante do Atestado com tipo do grupo sanguíneo e o Fator Rhesus ( fator RH), conforme disposto na Lei nº 6.683 de 15 de janeiro de 2014.


O CANDIDATO INTERESSADO PODERÁ INGRESSAR NAS SEGUINTES SÉRIES:

I - 6º, 7º, 8º e 9º Anos do Ensino Fundamental Regular;
II - Fases VI, VII, VIII e IX do Ensino Fundamental da Educação de Jovens e Adultos;
III - 1ª, 2ª e 3ª Séries do Ensino Médio Regular;
IV- 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio Inovador;
V- Módulos I, II , III e IV do Ensino Médio da Educação de Jovens e Adultos;
VI- 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio Normal (Formação de Professores em horário integral).

A - Ensino Médio Vocacional Profissionalizante nas seguintes unidades escolares vinculadas à Secretaria de Estado de Educação:
I. CEIA Barão de Langsdorff;
II. CEFFA CEA Rei Alberto I;
III. CE Dom Pedro II;
IV. CE Infante Dom Henrique;
V. CE José Leite Lopes
VI. CE Comendador Valentim dos Santos Diniz
VII. CE Erich Walter Heine
VIII. CIE Miécimo da Silva
IX. CE Hebe Camargo

B- Ensino Médio Vocacional Intercultural nas seguintes unidades escolares vinculadas à Secretaria de Estado de Educação:
I. CE Hispano Brasileiro João Cabral de Melo Neto Brasil-Espanha
II. CIEP 449 Leonel de Moura Brizola Brasil-França
III. CIEP 117 Carlos Drummond de Andrade Brasil – Estados Unidos
IV. CE Matemático Joaquim Gomes de Sousa Intercultural Brasil-China
V. CIEP 218 Ministro Hermes de Lima Brasil-Turquia

C - Ensino Médio de Referência nas seguintes unidades escolares vinculadas à Secretaria de Estado de Educação:
I. CE Chico Anysio
II. CE Brigadeiro Castrioto
III. CE Almirante Rodrigues Silva
IV. CE Armando Dias

D- Ensino Médio Articulado ao Técnico nas seguintes unidades escolares vinculadas à Secretaria de Estado de Educação:
I. CE Jornalista Maurício Azêdo
II. CE Círculo Operário
III. CIEP 111 Gelson Freitas
IV. CE São João
V. CIEP 493 Professora Antonieta Salinas de Castro

COMO SE INSCREVER:

O candidato teve o prazo entre os dias 24 de novembro até 22 de dezembro para acessar o site www.matriculafacil.rj.gov.br. Na página eletrônica, existem informações sobre prazos, como se inscrever; escolas com vagas disponíveis; idade para se inscrever em cada série ofertada; e como e quando confirmar sua matrícula na escola.


RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA:

Se você já é aluno da rede estadual e deseja permanecer na mesma escola, é necessário que seja feita somente a renovação da sua matrícula na sua unidade escolar. Para isso, procure a secretaria da sua escola no período de 17/11 a 09/12/2016.

 Texto atualizado em 26 de dezembro de 2016.
Fonte: http://www.rj.gov.br/web/seeduc/exibeconteudo?article-id=2988628

VESTIBULAR UERJ 2017: alteração de datas. Fiquem atentos:




O DSEA divulga a seguinte alteração no calendário do Exame Discursivo do Vestibular Estadual 2017:
Regularização do pagamento da taxa de revisão dos candidatos UERJ e UEZO (pagamento efetuado e não confirmado) será dia 09/01/2017.
As demais datas estão mantidas.
Esclarecimento de dúvidas:
› vestibular@dsea.uerj.br

RESULTADOS
Pedido de Revisão de Notas (UERJ e UEZO): de 26 a 28/12/2016
› Listagens de Notas - [UEZO]
UERJ - [A-B] - [C-F] - [G-I] - [J-K] - [L] - [M-O] - [P-S]  [T-Z]
› Listagem de classificação (retificado): [CBMERJ]
› Listagem nominal (retificado)l: [CBMERJ]
› Listagem de notas após revisão: [CBMERJ]
› Listagens de Notas - [CBMERJ]
A apresentação dos candidatos classificados para os exames específicos será no dia 27/12/2016, às 9 horas, no Auditório do Complexo de Ensino Coronel Sarmento Av. Brasil, 23800, Guadalupe.

SISTEMA DE COTAS
› Listagem dos candidatos que enviaram documentação fora do prazo
› Listagem dos candidatos que não enviaram documentação

Fonte: http://www.vestibular.uerj.br/portal_vestibular_uerj/index_portal.php

Servidores ativos da Educação - SEEDUC RJ -, já estão com 13º salário na conta.

Professores da rede estadual poderão usufruir do benefício a partir desta quarta-feira
Professores da rede estadual poderão usufruir do benefício a partir desta quarta-feira Foto: Divulgação
Os servidores da ativa da Secretaria estadual de Educação (Seeduc) poderão usufruir, a partir desta quarta-feira, de suas gratificações natalinas. Segundo o órgão, o 13º salário integral já entrou na conta de todos os funcionários, inclusive do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase). O quadro administrativo e de professores da rede ativos somam cerca de 90 mil funcionários, maior categoria do Estado.
Os trabalhadores também já tiveram o salário do mês pago integralmente. Para arcar com os valores, a secretaria informou, em nota, que utilizou recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), “que aliás não recebe 1 centavo sequer do Governo Federal”.
Já os benefícios dos inativos, que pela regra não podem ser pagos com recursos do Fundo, ficam a cargo do Rioprevidência.

ATENÇÃO inscrições de alunos para o Pré-Vestibular Social do CEDERJ prorrogadas até 16 Jan 2017.

Caso você esteja a procura de um bom curso pré-vestibular o CEDERJ está com inscrições abertas para a turma do Extensivo 2017. Saiba mais sobre o PVS. 

Conheça o Pré-Vestibular Social

O que é?

Pré-Vestibular Social (PVS) é um curso preparatório para as provas de acesso às universidades, uma iniciativa do Governo do Estado do Rio de Janeiro, através de sua Secretaria de Ciência e Tecnologia e da Fundação CECIERJ.

Para quem é?

PVS é dirigido a interessados que já concluíram ou estão frequentando o último ano do Ensino Médio ou equivalente e que desejam realizar as provas de acesso às universidades, mas que não têm condições de arcar com os custos dos cursos preparatórios particulares.

Quanto Custa?

PVS é totalmente gratuito, inclusive o material didático.

Como ingressar?

São abertos dois processos seletivos por ano. Para o Extensivo, com aulas de março a dezembro, as inscrições são abertas entre dezembro e fevereiro e para o Intensivo, com aulas de junho a dezembro, as inscrições são abertas em maio.

Quantas vagas oferece?

PVS disponibilizou, em 2015, 15.720 vagas para o Extensivo e 3230 vagas para o Intensivo.

Onde são as aulas?

PVS abrange 39 municípios no estado do RJ e conta com 56 polos de aulas (veja a lista no Onde Estamos).

Quando ocorrem as aulas?

As aulas são aos sábados, na maioria dos pólos, das 8h às 17h. Em Campo Grande no IE Sarah Kubitschek, Complexo do Alemão, Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Rocinha são oferecidas turmas duas vezes por semana no período da tarde. No Centro do Rio há turmas no horário noturno, também duas vezes por semana, às segundas e quartas.

Quais são as disciplinas oferecidas?

Tanto no Extensivo quanto no Intensivo são oferecidas as disciplinas de Biologia, Espanhol, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português, Química e Redação.

Quem são os professores?

Os professores passam por um rigoroso processo seletivo constando de provas de conteúdo e didática.

sábado, 3 de dezembro de 2016

CONCURSO RIO: Prefeitura do Rio segue com inscrições de concurso com 100 vagas para professores de inglês. Salário R$ 5.200,00. Saibam aqui:


Secretaria municipal de Educação realiza concurso com 100 vagas para docentes
Secretaria municipal de Educação realiza concurso com 100 vagas para docentes Foto: 
A Prefeitura do Rio de Janeiro abre, nesta quinta-feira, as inscrições de um concurso público para vagas efetivas de professor de ensino fundamental, na disciplina de inglês. O salário é de R$ 5.281,42 para uma jornada de 40 horas semanais. São 100 oportunidades, sendo 72 chances de ampla concorrência, 20 para negros ou índios e 8 para pessoas com deficiência.
As incrições podem ser realizadas pelo site da Prefeitura do Rio até o dia 8 de dezembro. A taxa de inscrição custa R$ 100. Para participar, é necessário ter Licenciatura Plena, com habilitação em Inglês.
Os candidatos do concurso para o magistério serão avaliados por provas objetivas, discursiva, prática oral e avaliação de títulos.
Segundo a Secretaria municipal de Educação (SME), além da remuneração inicial, os aprovados terão direito a bônus cultura de R$ 168,42, auxílio-transporte de R$ 167,20 e benefício-alimentação.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

PHOTOS AULAS PARA A PROVA 4 BIM 2016 - CN 1001, CN 1002, CN 1009, CN 1010, CN 1011 e CN 1014.

ATENÇÃO TURMAS CN 1001, CN 1002, CN 1009, CN 1010, CN 1001 E CN 1014, SEGUEM AS PHOTOS AULAS PARA ORIENTAÇÃO DA PROVA DO 4 BIMESTRE DE 2016.
RELEMBRO-VOS QUE A ENTREGA DO TRABALHO OCORRERÁ AMANHÃ - 29/11/2016, POIS ESTAREI NO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DURANTE A TARDE. A PROVA DE GEOGRAFIA SERÁ NO DIA 30/11/2016Prof Francisco Júnior.
CONTEÚDO 4 BIM 2016 - CURSO NORMAL 1 ANO.

 Turma
Professor Francisco Júnior
 Aula - A Questão Ambiental
 Aula - A Questão Ambiental

 Aula - Conferências Globais sobre clima
 Turma

PROVA DE GEOGRAFIA DIA 30/11/2016.
BOA PROVA - Prof Francisco Júnior.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Calendário do Enem: os próximos passos depois da prova. Vejam aqui:

Veja como será a divulgação de resultados e o posicionamento dos candidatos.

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
O posicionamento no Enem só será conhecido pelo aluno 60 dias após a prova - Fotolia

Depois de meses de estudo e dois dias exaustivos de prova, o participante do Enem deve estar com uma merecida sensação de alívio. Mas nem por isso pode dar o seu ‘trabalho’ como feito. Ainda há alguns passos antes da desejada vaga na universidade. Obviamente, o primeiro movimento é conferir o gabarito e checar o número de acertos.
O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que organiza o Enem, promete divulgar o resultado oficial da prova objetiva em seu site (enem.inep.gov.br/participante) em até três dias úteis após sua realização. Mas sites, como o do próprio O GLOBO, já divulgaram gabaritos extraoficiais logo após ao exame.
No entanto, o resultado oficial individual e o posicionamento do aluno, incluindo a nota e avaliação da redação, só serão conhecidos 60 dias depois da prova, como prevê o edital do exame.
O participante do Enem receberá cinco notas, uma para redação e as outras para cada área das questões objetivas (linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas).
Acesso à universidade
As instituições de ensino superior podem usar a nota Enem de diferentes formas. Algumas usam resultado do estudante como único mecanismo de acesso aos seus cursos, outras adotam a avaliação do Ministério da Educação (MEC) em paralelo com o vestibular.
O acesso do candidato à universidade ainda se pode dar como uma combinação do resultado do Enem com o do vestibular.
Bolsas e financiamento
A nota do Enem permite ao seu participante concorrer a bolsas de estudo – integrais ou parciais – em instituições privadas, por meio do programa do Ministério da Educação Prouni (Programa Universidade para Todos).
Para concorrer às bolsas é preciso seguir algumas seguir algumas pré-condições, como ter cursado o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral numa escola privada e não ter ainda diploma de nível superior.
É necessário ter renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio ao requisitar uma bolsa integral. Já para a parcial de 50%, o limite é de até três salários por pessoa da família. Para pagar os outros 50%, o bolsista parcial do Prouni pode pedir um empréstimo no FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) do MEC.
O Enem é obrigatório para se inscrever tanto no Prouni quanto no Fies. Os participantes do exame de 2016 poderão fazer isso a partir do primeiro semestre do ano que vem, de acordo com calendário a ser divulgado futuramente pelo Ministério da Educação.
Mais informações:
- www.siteprouni.mec.gov.br
- www.sisfiesportal.mec.gov.br

domingo, 6 de novembro de 2016

Redação do Enem 2016 fala sobre intolerância religiosa no Brasil. Vejam aqui:

Tema da prova de redação foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) no início da tarde deste domingo (6).

O tema da redação do Enem 2016 é "Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. Ele foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) no início da tarde deste domingo (6). Professoras ouvidas pelo G1 afirmam que o tema provavelmente foi trabalhado nas aulas e, portanto, não chega a ser uma surpresa.
O Inep usou seus perfis oficiais no Twitter e no Facebook para divulgar o tema da redação. Nas mesmas redes sociais, internautas se dividiram entre elogios ao assunto e o apontamento da polêmica que ele pode criar entre os adeptos de diferentes credos.
Andrea Ramal, colunista do G1, disse que o tema foi pertinente e muito bem escolhido, porém, exige uma proposta de intervenção social diferente que não está baseada em políticas públicas. “Passa por um diálogo, mudança de atitudes das pessoas e até revisão ideológica.”
Para ela, este tema vai fazer com que muitos candidatos mostrem o domínio da cultura geral. “O aluno terá de mostrar que na verdade o conflito religioso não tem razão só na religião, há uma questão econômica por trás. É preciso avaliar o conflito de maneira mais ampla e entender os interesses.”
Inep divulgou o tema da redação do Enem 2016 pelo Twitter (Foto: Reprodução/Twitter)
Inep divulgou o tema da redação do Enem 2016 pelo Twitter (Foto: Reprodução/Twitter)
O perfil oficial do MEC no Facebook também divulgou o tema da redação do Enem 2016; prova abordou a intolerância religiosa no Brasil (Foto: Reprodução/Facebook)
O perfil oficial do MEC no Facebook também divulgou o tema da redação do Enem 2016; prova abordou a intolerância religiosa no Brasil (Foto: Reprodução/Facebook)

Todos os temas de redação da história do Enem:

Programa ao vivo

O segundo dia do Enem 2016 começou às 13h deste domingo (6). Após o fim das provas, o estúdio do G1 em São Paulo dará início a um programa em vídeo ao vivo com professores do Sistema COC de Ensino. Eles comentarão os níveis de dificuldade de cada uma das provas, o tema da redação e os pontos mais polêmicos que caíram no Enem.
Candidatos que fizeram a prova poderão participar do programa enviando perguntas e comentários pela página da cobertura completa do Enem no G1

TEMA REDAÇÃO ENEM 2016: AUMENTO DOS CASOS DE MICROCEFALIA NO BRASIL POR ZICA VÍRUS

PROPOSTA PARA O TEMA DA REDAÇÃO DO ENEM 2016: MEIO AMBIENTE

AUMENTO DOS CASOS DE MICROCEFALIA NO BRASIL POR ZICA VÍRUS

ATENÇÃO FORMANDOS E INTERESSADOS. COMPLETA-SE EM NOVEMBRO DE 2016, EXATAMENTE 01 ANO DO AUMENTO GEOMÉTRICO DOS CASOS DE MICROCEFALIA NO BRASIL E o CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos) ter encontrado relação científica entre o zika e casos de microcefalia, a proporção de causa e efeito entre zika e microcefalia ainda é alvo de estudo de pesquisadores espalhados por todo o país.


JÁ A OMS - ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE - destaca que o vírus Zika é um flavivírus transmitido por mosquitos e foi, pela primeira vez, identificado em macacos, no Uganda, em 1947, através de uma rede que monitorizava a febre amarela. Foi mais tarde identificado em humanos, em 1952, no Uganda e na República Unida da Tanzânia. Foram registados surtos da doença do vírus Zika em África, nas Américas, na Ásia e no Pacífico. Entre os anos 1960 e os anos 1980, foram encontradas infecções humanas em África e na Ásia, normalmente acompanhadas de doença ligeira. O primeiro grande surto da doença causado pela infecção por Zika foi notificada na ilha de Yap (Estados Federados da Micronésia), em 2007. Em Julho de 2015, o Brasil notificou uma associação entre a infecção pelo vírus Zika e a síndrome de Guillain-Barré. Em Outubro de 2015, o Brasil notificou uma associação entre a infecção pelo vírus Zika e a microcefalia.

DE ACORDO COM OS FRAGMENTOS DE TEXTOS ACIMA E TENDO COMO REFERÊNCIA OS LINKS A SEGUIR, ELABORE UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO, QUE RESPEITE OS DIRETOS HUMANOS, PARA PREVENÇÃO DA PROLIFERAÇÃO DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI, QUE TRANSMITE O ZICA VÍRUS, QUE ATACA OS FETOS DAS GESTANTES NO BRASIL. ELABORE UM TEXTO ARGUMENTATIVO-DISSERTATIVO COM ATÉ 30 LINHAS.

BOA REDAÇÃO.
PROF FRANCISCO JÚNIOR.

TEXTOS PARA REFERÊNCIAS:

Estudo nos EUA reconhece relação entre zika vírus e microcefalia - http://www.brasil.gov.br/saude/2016/04/estudo-nos-eua-reconhece-relacao-entre-zika-virus-e-microcefalia

 Zika virus e microcefalia a evolução do surto no brasil - http://exame.abril.com.br/ferramentas/zika-virus-e-microcefalia-a-evolucao-do-surto-no-brasil/

Zika vírus causa microcefalia, confirmam autoridades de saúde dos EUA - http://veja.abril.com.br/ciencia/zika-virus-causa-microcefalia-confirmam-autoridades-de-saude-dos-eua/

Doença do vírus Zika - http://www.who.int/mediacentre/factsheets/zika/pt/

Vírus da zika: entenda transmissão, sintomas e relação com microcefalia. Vírus foi identificado pela primeira vez no Brasil em abril de 2015. http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/12/zika-virus-entenda-transmissao-os-sintomas-e-relacao-com-microcefalia.html


 



quinta-feira, 3 de novembro de 2016

ATENÇÃO: PROVAS DO ENEM MANTIDAS EM 05 e 06 NOVEMBRO 2016.

Justiça Federal nega pedido de suspensão das provas do Enem

Ocupação nas escolas motivou pedido do MPF na quarta.
Ação foi julgada nesta quinta-feira (3) em caráter liminar.

03/11/2016 17h53 - Atualizado em 03/11/2016 21h52

Justiça Federal nega pedido de suspensão das provas do Enem

Ocupação nas escolas motivou pedido do MPF na quarta.
Ação foi julgada nesta quinta-feira (3) em caráter liminar.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 está mantido neste sábado (5) e domingo (6) para cerca de 8,5 milhões de participantes, segundo decisão liminar da Justiça Federal no Ceará divulgada nesta quinta-feira (3).
Baixe o aplicativo G1 Enem
O Ministério Público Federal do Ceará (MPF-CE) havia solicitado, na quarta (2) a suspensão das provas em todo o país, após o Ministério da Educação (MEC) decidir adiar a prova para 191 mil participantes que fariam o teste em escolas ocupadas em protestos contra a reforma do ensino médio e contra a PEC do teto dos gastos. Os afetados farão a prova em 3 e 4 de dezembro.
Na decisão que manteve a realização da prova em duas datas, a juíza Elise Avesque Frota rebate o argumento utilizado pelo procurador da República no Ceará, Oscar Costa Filho, que questionava a quebra de isonomia do exame que passaria a exigir temas distintos de redação para cada um dos grupos.
A juíza argumentou que, "apesar da diversidade de temas que inafastavelmente ocorrerá com a aplicação de provas de redação distintas, verifica-se que a garantia da isonomia decorre dos critérios de correção previamente estabelecidos".
A magistrada se apoiou nos critérios de correção apontados pelo MEC para negar o pedido. "Há ênfase na avaliação do domínio da língua e de outras competências que não têm 'o tema' como ponto central", apontou a juíza na sentença.
Entenda o caso
A decisão judicial encerra a dúvida dos estudantes sobre a possibilidade de não haver Enem neste fim de semana. Todos os inscritos no exame que não estão afetados por locais ocupados deverão fazer as provas neste sábado e domingo. Caso contrário, eles serão desclassificados.
Nesta sexta-feira (4), o Inep deve divulgar a lista final de locais de prova que terão o Enem 2016 adiado para dezembro. Isso quer dizer que o número de locais de prova pode aumentar. Porém, ele não vai diminuir: o Inep já avisou que, mesmo que as escolas sejam desocupadas pelos manifestantes, a decisão de adiar o Enem não será revista.
Os estudantes afetados por esse adiamento parcial estão sendo informados pelo governo federal por SMS – as mensagens estão sendo enviadas para o telefone celular indicado no formulário de inscrição. Para checar o status do seu local de prova, é possível também acessar o cartão de confirmação, no site enem.inep.gov.br/participante.

Procurador da República no Ceará pediu a suspensão do Enem (Foto: MPF-CE/Divulgação)Procurador da República no Ceará pediu a suspensão do Enem (Foto: MPF-CE/Divulgação)
Recurso
O procurador Oscar Costa Filho disse que vai recorrer da decisão e insistir na suspensão da validade da nota da redação até que seja julgado o mérito da questão. Nesta quinta, o procurador propôs essa alternativa à Justiça. Ele deve encaminhar o recurso nesta sexta-feira (24).
Em seu pedido original, o procurador da República no Ceará entendeu que, por causa da metodologia da prova, que usa a Teoria de Resposta ao Item (TRI), os candidatos fariam a prova com o mesmo nível de dificuldade, mesmo em datas e com exames diferentes. No entanto, conforme o procurador, a redação com temas diferentes traria desequilíbrio na seleção.
Prejuízo de R$ 776 milhões
Em nota divulgada nesta quinta-feira (3), a Advocacia-Geral da União (AGU) afirmou que o adiamento traria prejuízos financeiros, atrasaria a divulgação das notas e a posterior participação em processos seletivos que usam a nota do Enem como critério. A divulgação do resultado das provas está marcada para 19 de janeiro.
"A atuação evita que o adiamento da realização da prova coloque em risco o acesso dos estudantes ao ensino superior e poupa os cofres públicos de um prejuízo de R$ 776 milhões – quantia referente ao custo unitário de aplicação da prova (R$ 90) multiplicado pelos mais de oito milhões de candidatos inscritos", disse.
Na terça-feira (1º), a presidente do Inep, Maria Inês Fini, afirmou que a nova prova do Enem, a ser aplicada em dezembro, já foi elaborada e não vai afetar o equilíbrio entre os participantes, pois descarta a possibilidade de uma prova ser mais "difícil" que a outra.
"A prova é equivalente", afirmou ela. A base dessa argumentação é a chamada de Teoria de Resposta ao Item, ou TRI, que é a metodologia usada na correção.
Adiamento
Nesta terça-feira o Inep anunciou o adiamento da prova em 303 escolas, institutos e universidades que foram alvo de ocupações estudantis e ainda seguiam ocupadas na manhã de terça-feira. No dia 19 de outubro, o ministro da Educação, Mendonça Filho, havia dado um prazo para a desocupação das escolas até as 23h59 de segunda-feira (31).
Os estudantes que tiveram o Enem adiado já começaram a ser avisados por SMS e e-mail.
Outras ações contra o Enem
O mesmo procurador já havia pedido o cancelamento do Exame em 2011, quando houve vazamento de um pré-teste com mais de 20 questões aplicadas na prova.
Em 2012, Costa Filho pediu para cancelar os efeitos da nota de redação do Enem no Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Para o procurador “o desequilíbrio matemático decorrente da associação entre avaliações submetidas a tratamento estatístico (provas objetivas), e avaliações desprovidas dessa qualidade, as quais assumem valores absolutos (provas de redação) frustra o dever de tratamento isonômico que deve ser dispensado aos candidatos”. O pedido foi negado pela Justiça
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou na terça-feira os mais de 300 locais onde não haverá o exame. A medida afeta 191.494 dos 8,7 milhões de inscritos para o Enem. Confira os locais que serão afetados pela mudança no calendário do Enem.
 Fonte: http://g1.globo.com/ceara/noticia/2016/11/justica-nega-pedido-de-suspensao-das-provas-do-enem.html

 

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Vídeo institucional ENEM 2016 PASSO A PASSO. Assistam:

video

ESPELHO DA REDAÇÃO DO ENEM COM CORREÇÃO NOTA 960 DE 1000 POSSÍVEIS DO PROF FRANCISCO JÚNIOR.

ESPELHO REDAÇÃO ENEM 2013 - PROFESSOR FRANCISCO JÚNIOR - NOTA 960 DE 1000 PONTOS POSSÍVEIS!!

Pessoal conforme prometido segue o espelho da minha redação do ENEM 2013 liberada pelo INEP/MEC em abril de 2014 para vista pedagógica. Serve para os que farão a prova do ENEM 2014 terem ideia da redação.
Verifiquem que a letra é de FORMA, pois o comando da redação apenas faz menção a letra LEGÍVEL, logo pode ser cursiva (sua letra) ou de forma.
CARACTERÍSTICAS:
TEMA: LEI SECA NO BRASIL.

a) O Texto foi redigido em 4 parágrafos, sendo o 1 TÓPICO FRASAL ou TESE, ou seja a apresentação do tema e o princípio do ponto de vista do autor (INTRODUÇÃO);
b) Mais 2 parágrafos sustentando a argumentação do TÓPICO FRASAL (DESENVOLVIMENTO);
c) O 4 parágrafo é o fechamento do texto. Deve-se fazer um retorno ao texto de fechar a ideia central (CONCLUSÃO);
d) Texto argumentativo, ou seja deve-se defender um ponto de vista (opinião) respeitando-se os direitos humanos;
e) Não hah rasuras (texto limpo) nem uso do gerúndio (tempo verbal que dá noção de continuidade - considerado ruim pelo avaliador do texto);
f) a CONCLUSÃO apresenta formas de soluções para redução dos acidentes de trânsito no Brasil.
Em 2011 realizei o projeto de educação para o trânsito IESKNO TRÂNSITO, que ajudou em muito a redação. Saibam mais em www.iesknotransito.blogspot.com.br
BONS ESTUDOS..... Prof FRANCISCO JÚNIOR
SEGUE O ESPELHO DA REDAÇÃO: baixem o espelho abaixo com 1 "click" na figura!!!!
ABAIXO A CORREÇÃO DO INEP/MEC DA REDAÇÃO ACIMA:

Vista pedagógica da Redação



131022923477

FRANCISCO DA SILVA GOMES JUNIOR

044.


Prezado participante,
Apresentamos o seu desempenho na prova de Redação do Enem.
Nosso objetivo é fornecer subsídios pedagógicos quanto à sua atuação em cada uma das competências.
Sua pontuação em cada competência pode variar de 0 a 200 pontos.

COMPETÊNCIA 1
Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa
Sua nota nessa competência foi: 200.0
Você atingiu 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.


COMPETÊNCIA 2
Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das varias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa
Sua nota nessa competência foi: 200.0
Você atingiu 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.


COMPETÊNCIA 3
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Sua nota nessa competência foi: 200.0
Você atingiu 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.


COMPETÊNCIA 4
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Sua nota nessa competência foi: 200.0
Você atingiu 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.


COMPETÊNCIA 5
Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Sua nota nessa competência foi: 160.0
Você atingiu 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.
NOTA FINAL
Situação: Presente
Sua nota final foi: 960.0
No gráfico abaixo está destacado o grupo em que você se encontra.
Assim, você poderá visualizar o seu desempenho em comparação aos demais participantes do Enem.
Gráfico da nota final.

HORÁRIO ABERTURA DOS PORTÕES NAS PROVAS DO ENEM NO RIO DE JANEIRO:



Portões abrem às 12h e fecham às 13h (horário oficial de Brasília) – Início das provas às 13h30:
Distrito Federal - Espírito Santo - Goiás - Minas Gerais - Paraná - Rio de Janeiro - Rio Grande do Sul - Santa Catarina - São Paulo
Nos estados abaixo, atenção na abertura e fechamentos dos portões. Eles abrem às 11h e fecham às 12h (horário local) – Início das provas às 12h30:
Alagoas - Amapá - Bahia - Ceará - Maranhão - Mato Grosso - Mato Grosso do Sul - Pará - Paraíba - Pernambuco - Piauí - Rio Grande do Norte - Sergipe - Tocantins
Portões abrem às 10h e fecham às 11h (horário local) – Início das provas às 11h30:
Amazonas - Rondônia - Roraima
Portões abrem às 9h e fecham às 10h (horário local) – Início das provas às 10h30:
Acre

Observação:

Os participantes Sabatistas devem comparecer aos locais das provas no mesmo horário dos demais e aguardarem o início das provas que será às 19h (horário local).
O horário local está relacionado com o fuso horário de Brasília.  Se os portões da sua cidade abrem às 9h,  na capital do país  já são 12h.
Agora que você já está ciente, evite atrasos e saia com antecedência.
Fonte: http://enem.inep.gov.br/horarios.html

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Cartilha do Enem mostra redações nota mil e frases contra direitos humanos

Documento do MEC esclarece critérios das 5 competências exigidas. Ele dá exemplos de propostas contra os direitos humanos que tiraram zero.


Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta sexta-feira (7) uma cartilha com 64 páginas que esclarece critérios de correção das redações no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Além de explicar o que é cobrado em cada um dos cinco critérios (veja mais abaixo), o documento traz exemplos negativos para esclarecer o que é esperado dos textos dentro do respeito aos direitos humanos.
A divulgação do documento atende a um pedido do Ministério Público Federal (MPF) que cobrava, desde dezembro de 2015, a explicação do que era o conceito de direitos humanos utilizado pelos avaliadores. O MEC havia se comprometido a divulgar o conceito junto com a apresentação dos espelhos da redação, mas isso não ocorreu.
O Inep deu exemplos de como houve desrespeito aos direitos humanos em 2014 e em 2015. E em linhas gerais, resumiu o critério:
"Na prova de redação do Enem, constituem desrespeito aos DH propostas que incitam a violência, ou seja, propostas nas quais transparece a ação de indivíduos na administração da punição, como as que defendem a “justiça com as próprias mãos” ou a lei do “olho por olho, dente por dente”.
Ao conceito acima, o Inep ainda complementa: "Por isso, as propostas de pena de morte ou prisão perpétua para os agressores não caracterizam desrespeito aos DH, por remeterem ao Estado a administração da punição ao agressor, ou seja, nesse caso, as punições não dependem da decisão individual, caracterizando-se como contratos sociais cujos efeitos todos devem conhecer e respeitar em uma sociedade".